0,0 mm
3,0°C
 
Palavra Andante
Deputados Online e Senadores das Ruas
Comentários da matéria Diminuir o tamanho da letraAumentar o tamanho da letra
Atualizado em  |  27/06/2013 11:26
Perfil
Rodrigo Espinosa Cabral
rodrigoec@gmail.com

Rodrigo Espinosa Cabral, brasileiro, vegetariano, gremista. Um pedaço de poeira cósmica que, às vezes, escreve. Palavra Andante, um passeio pelo mundo das letras.

Parece que nos últimos dias nosso país engatou a sexta marcha e resolveu acelerar seu processo histórico.

Ayrton Senna ficaria espantado com a velocidade. Eu fico. Nossos congressistas, antes famosos por trabalharem de terça a quinta, agora entram madrugada adentro discutindo e votando temas relevantes para assegurar que o clamor das ruas seja respeitado.

foto1
clique na foto para ampliar

A velocidade é grande, mas nos mantemos na pista. Somos mais de 200 milhões de brasileiros, 94 milhões com acesso a internet, 67 milhões registrados no Facebook. Esses deputados online e os senadores das ruas estão mudando o Brasil na prática, de baixo para cima.

Pode-se se questionar a profundidade das discussões, já que nas redes sociais tudo é muito conciso e as informações se sucedem num fluxo contínuo e interminável. Mas o fato é que a manifestação popular já conseguiu mudanças: redução da tarifa em várias cidades, fim da PEC 37, destinação dos royalties do petróleo para educação e saúde... As conquistas estão aparecendo.

Quem sabe nas próximas eleições apareçam novos rostos se candidatando? Martin Luther King, líder dos movimentos contra a discriminação racial, dizia que o que preocupa na sociedade não é “o grito dos maus, mas o silêncio dos bons”. Seria benéfico ver pessoas sérias e comprometidas com causas sociais se candidatando a partir da nova dimensão política que o Brasil atingiu.

Talvez seja ingênuo pensar assim, mas seria bom se muitos dos antigos políticos dinossauros de sempre tirassem seu time de campo. Espera-se que, após os eventos deste inverno brasileiro, tenha ficado mais difícil para políticos e empresários corruptos fazerem novas maracutaias ou defenderem intere$$e$ escusos em seus mandatos.

Caso contrário é provável que os deputados online e os senadores das ruas voltem a cercar prédios públicos e a dançar sobre o Congresso Nacional.

Rodrigo Espinosa Cabral


03/07/2017 13:46
Hora da Razão
Leila Longo Romão
27/06/2017 09:44
Seis motivos para investir em programas de fidelidade
Leila Longo Romão
12/06/2017 12:02
Líderes multitarefas trazem maior retorno para o varejo
Leila Longo Romão
30/05/2017 09:52
7 fatores que impulsionam o sucesso de um negócio
Leila Longo Romão
16/05/2017 22:45
Como desenvolver habilidades de liderança
Leila Longo Romão