Esporte Online
Kindermann estreia nesta quinta no Brasileiro de Futebol Feminino
Comentários da matéria Diminuir o tamanho da letraAumentar o tamanho da letra
Atualizado em  |  17/09/2014 00:03
Perfil
Caçador Online
contato@cacador.net

O Kindermann/Uniarp/Adami está em fase final de preparação para o Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino. A equipe caçadorense está no Grupo 2 da competição, ao lado do Vasco da Gama, Ferroviária, São José e Foz Cataratas. O grupo é considerado o mais difícil da competição.

foto1
clique na foto para ampliar

A equipe comandada pelo técnico Marcello Frigério está intensificando os trabalhos táticos, de olho na estreia na competição, que acontece no próximo dia 18, diante do Vasco da Gama, em jogo que será transmitido pelo Canal Fox Sports.

Em relação a equipe que disputou a Copa do Brasil e obteve o 5º lugar, eliminando o próprio Vasco, o Kindermann ganhou os reforços de Raquel, Dany Helena, Lígia e das goleiras Bárbara e Maike. Por outro lado, Alana, Leticinha e Peçanha deixaram a equipe após a Copa do Brasil, pois haviam sido contratadas apenas para aquela competição, e Ariane recentemente transferiu-se para o futsal espanhol.

O treinador caçadorense elogia a qualificação da equipe do Kindermann, mas ressalta o nível técnico dos adversários. “Vamos jogar contra o campeão e vice da Copa do Brasil, Ferroviária e São José, o Foz que já ganhou muitos títulos e o Vasco, que é uma grande equipe, então temos que estar preparados da melhor forma possível, pois enfrentaremos grandes adversários. Porém sabemos da nossa qualidade e vamos brigar pela classificação”, avaliou Tchelo.

O Brasileiro de Futebol Feminino será disputado por 20 equipes. Além do Kindermann, Avaí e Chapecoense são os representantes de Santa Catarina.


02/03/2017 17:06
Tudo é aprendível
Márcio Roberto Goes
02/03/2017 14:52
Conheça 16 tendências para o atendimento no varejo
Leila Longo Romão
21/02/2017 11:06
A vida é massa!
Márcio Roberto Goes
11/01/2017 19:33
Seis dicas de planejamento de metas para 2017
Leila Longo Romão
11/01/2017 19:31
A volta ao varejo personalizado de nossos avós
Leila Longo Romão