0,0 mm
25,7°C
 
Esporte Online
Presidente faz desabafo sobre situação da Caçadorense
Comentários da matéria Diminuir o tamanho da letraAumentar o tamanho da letra
Atualizado em  |  30/09/2014 00:04
Perfil
Caçador Online
contato@cacador.net

Presidente da Caçadorense, Denílson Araújo, publicou carta aberta no Facebook e no site oficial do clube. No texto ele faz um desabafo sobre a situação do time que jogou 13 partidas esse ano e não conseguiu vencer uma sequer, ocupando a última colocação da Série B do Estadual. 

Confira 

"Desde que surgiu a idéia de resgatar o futebol de Caçador no final de 2002. Que depois gloria da conquista 1989 e vitórias massacrantes e desconcertantes frente aos grandes de SC e após dar pra Chapecó o que era nosso time, a nossa Fera, sim!!! Porque no futebol profissional sempre foi unicamente “A CAÇADORENSE” que chegou até mudar o nome para de uma família particular onde esse abnegado continuou tocando o nosso futebol, até levar para Chapecó, que na época esse mesmo abnegado alegava falta de condições, mas lembro-me como se fosse hoje, não deixou de ter o apoio da torcida, mas com isso, deixou este torcedor fanático como outros milhares de torcedores caçadorenses órfãos, pois ali era enterrada viva a nossa sempre temida “Fera do vale”.

Então após alguns anos começava a ser escrito um novo capitulo da história do nosso futebol, a base de muita luta e das pesadas, pois o descrédito, a desconfiança foi muito grande, mas encontrei alguns poucos amigos que tinham o mesmo desejo e assim EU e ELES insistimos, começamos, fizemos, e sem falsa modéstia sempre como voluntários,  porque oque fazíamos e ainda faço, foram inúmeras vezes tirar sem ter condições do nosso bolso para manter o clube e aqui merece meu agradecimento ao longo desses anos à pessoas como: Jeremias, Rodrigo Schmitz, Zeca, Galina, Pedrinho, Delcio, Beto, Shirley, Hermes, Sperotto, Eliseu, Degeroni, Rato, Cidão, Fabiano, Gilson, meu irmão Junior, Getúlio, Silvio, Marreco, Paulo Nazário, Dom Severino, seu Pedro e mais alguns que a memória pode me enganar nesse momento.

Apesar de tudo que estamos vivendo atualmente, especialmente neste ano, sendo este o maior drama da história deste Clube, a Associação Caçador Atlético Clube ou CAC-Caçadorense não foi criada com prazo de validade, pra quem através de seu projeto social já atendeu a mais de três mil crianças, sem contar com outros em parcerias, oque somados passam longe de sete mil e que alias é o alicerce e objetivo, ligar o social ao educacional e esportivo. Por isso não interromperíamos nunca este sonho delas. Sempre fui responsável e não cometeria o mesmo erro que fizeram entre 2000 e 2002. Lembro que seja quem for até mesmo aqueles que se tornaram ídolos “no campo” como: Sadan, Gilberto, Edinei, Thiago, Piter, Josué, Hugo, Robinho e Graniti, só são ídolos ou personalidades, porque não EU e sim NÓS CIDADÃOS CAÇADORENSES os acolhemos e porque teve um CAC, um Clube responsável, cumpridor com suas obrigações onde sempre pagou rigorosamente em dia os salários acordados. Cito isso porque nem Eu e nem ninguém pode querer estar acima do TIME dono deste lindo BRASÃO!

Neste momento e por ordem de tempo de apoio sem interromper um só período, quero citar quem mais tem sido nossos apoiadores:

UNIMED CAÇADOR fiel com a gente a 7 anos.

ADAMI VERT fiel com a gente a 6 anos.

VIA BRASIL fiel com a gente a 6 anos.

REUNIDAS S.A fiel com a gente a 6 anos.

PANIFICADORAS SANTELMO fiel com a gente a 6 anos.

RENO fiel com a gente a 6 anos.

COBALCHINI fiel com a gente a 4 anos.

REDE SANTA CATARINA DE SUPERMERCADOS a 4 anos.

ALFA TRANSPORTE fiel com a gente a 4 anos.

VIPOSA a 4 anos.

NEY TINTAS 4 anos.

UNIDAS 4 anos.

GEGNET 3 anos.

FORTT fiel com a gente a 3 anos

FRINORA fiel com a gente a 2 anos.

ADEMIR BIANCHI GÁS fiel com a gente a 2 anos

E para concluir quero reiterar que o momento é difícil, pois um time que não teve nem estádio (sua casa) para um só jogo se quer, os resultados que não vieram  e não desistiu, é porque somos fortes e humildes e se preciso for dar um passo atrás, mesmo que forçadamente, afim de reunir coragem para andar com firmeza na busca do sucesso pleno, assim o faremos. Como também ter o discernimento de refletir a cada erro cometido a se corrigir para não cometer novamente, aqui estarei. Assim como sempre tive a certeza que esses que sempre nos deram as mãos não nos largaram agora. pense nisso…"


01/09/2017 12:31
A linda e o anjo
Márcio Roberto Goes
01/09/2017 12:30
Três passos para gerenciar bem uma equipe
Leila Longo Romão
09/08/2017 18:26
Como reduzir custos na empresa sem promover demissões
Leila Longo Romão