0,0 mm
5,5°C
 
Termômetro do Varejo
Conheça 10 dicas para reduzir gastos desnecessários na sua empresa
Comentários da matéria Diminuir o tamanho da letraAumentar o tamanho da letra
Atualizado em  |  09/08/2017 18:29
Perfil
Leila Longo Romão
leilaromao@conection.com.br

Graduada em Administração, com pós-graduação em Marketing e Vendas. Iniciou sua vida profissional como bancária do antigo Bamerindus, também atuou como professora e desde 1991 é empresária do ramo de confecções, na área industrial e lojista. Foi presidente da CDL Caçador durante quatro anos e atualmente é presidente distrital da FCDL/SC. A coluna Termômetro do Varejo traz análises de pesquisas do setor, além de orientação para os empresários lojistas, comerciantes e comerciários em geral.

Conheça 10 dicas para reduzir gastos desnecessários na sua empresa

A recessão econômica arrasta-se há anos – e, no meio do caminho, muitas pequenas empresas fecharam as portas. A taxa de mortalidade cresceu: dos 1,8 milhão de empreendimentos lançados em 2014, 600 mil (ou 33% deles) fecharam até o final de 2016.

Para os negócios que ficaram ou abriram há pouco tempo, o trabalho de redução de custos e despesas continua: o cenário para o segundo semestre deste ano envolve turbulência política, dificuldade em aprovação de reformas econômicas, falta de confiança do consumidor e um Produto Interno Bruto (PIB) em levíssima alta.

Há alguns pontos simples de atenção para quem sente dificuldade em rever as contas da sua empresa – e que podem fazer toda a diferença na hora de enxugar os gastos. Veja, a seguir, quais são eles:

1 – Confira se você tem os controles essenciais de uma empresa.
O primeiro item é o registro de venda: saber todos os produtos e serviços que você comercializou e quais contas tem a receber. Lembre-se de que diferentes meios de pagamento, como cartão de crédito ou cheque, pedem diferentes registros – afinal, taxas diferentes incidem sobre eles. Da mesma forma, registre também as contas a pagar.

2 – Renegocie com seus fornecedores. Com a organização feita, é hora de começar a cortar gastos. O primeiro passo é reavaliar os contratos já firmados com seus fornecedores. A época de crise é ideal para pedir um prazo maior de pagamento ou descontos sobre um pagamento à vista, já que o medo que o fornecedor tem da inadimplência é maior do que as facilidades que podem ser oferecidas.

3 – Reavalie desperdícios, do estoque às horas extras. Não basta renegociar fora da sua empresa: outra maneira simples de cortar seus gastos é reavaliar todos os processos da sua empresa. Muitos empreendedores se surpreendem com quão caro pagam por coisas simples.

4 – Repense sua política de pagamentos. Da mesma maneira que você negociou com seus fornecedores e com seus funcionários, estabelecer novas políticas com seus clientes pode ser uma maneira simples de cortar gastos na sua empresa.

5 – Descubra os produtos “vilões” do seu capital de giro. Uma outra maneira de evitar gastos futuros é não comprar produtos que vendem pouco e ficam parados no estoque

6 – Tenha uma nova estratégia de descontos. Ainda falando sobre clientes: muito cuidado ao dar descontos. Se mal planejados, eles podem corroer sua margem de lucro e deixar seu negócio em um grande paradoxo: quanto mais vendas ele fizer, mais no vermelho estará.

7 – Terceirize o que valer a pena ser terceirizado. O debate sobre terceirização está acalorado nos últimos tempos. Mas, independente do resultado que uma nova lei da terceirização terá, ela continua sendo uma opção a ser considerada especialmente nas atividades-meio, como já funciona atualmente.

8 – Não deixe que a comodidade o domine. Um grande vilão do orçamento de uma empresa é a falta de planejamento. Sem ele, os gastos são feitos em cima da hora – o que acarretará em uma conta maior no final do mês.

9 – Cuidado com os “combos”. Um outro cuidado para não acumular gastos desnecessários é na contratação de “combos”, desde os clássicos planos de telefonia até os serviços bancários.

10 – Aposte na internet e na nuvem para poupar em gastos comuns
Para terminar, uma dica simples para cortar gastos na sua empresa é participar de vez da revolução tecnológica: faça pela internet tudo que puder ser feito sem grande prejuízo. É o caso de conferências, por exemplo.

 

Fonte: Portal Exame


09/08/2017 18:26
Como reduzir custos na empresa sem promover demissões
Leila Longo Romão
03/07/2017 13:46
Hora da Razão
Leila Longo Romão
27/06/2017 09:44
Seis motivos para investir em programas de fidelidade
Leila Longo Romão
12/06/2017 12:02
Líderes multitarefas trazem maior retorno para o varejo
Leila Longo Romão