Benefício

Em Caçador, todos os presos voltaram da saída temporária

Para o diretor Cícero, isso é o reflexo de avanços conquistados no presídio

O Presídio Regional de Caçador informou que todos os presos retornaram à unidade prisional após a saída temporária do fim do ano de 2016. Cerca de 40 detentos receberam o benefício no ano passado, sendo que domingo, 8 de janeiro, foi a data limite para se apresentarem.

O diretor do presídio, Antônio Cícero de Oliveira, diz que o retorno de todos os presos está relacionado aos avanços comportamentais conquistados em razão da oferta de atividades laborais dentro da unidade prisional.

“É um excelente índice, reflexo das oportunidades criadas para os presos como o estudo e o trabalho. Aqui todos os beneficiados têm uma ocupação, e isso faz a diferença. Além de que eles são atendidos em todos os seus direitos, como boa alimentação, tratamento digno e assistência penal”, declarou Cícero.

Em toda Santa Catarina, o Departamento de Administração Prisional (Dead) registrou o melhor índice desde 2011 de retorno às unidades prisionais dos apenados beneficiados. Dos 1.835 presos que saíram 65 não retornaram, o que corresponde a uma taxa de evasão de 3,5% no Estado.

 

Saiba mais

O benefício da saída temporária está previsto na Lei de Execuções Penais (LEP) e é concedido pela Justiça aos presos que estão no regime semiaberto e já cumpriram uma fração da pena – pode variar de um terço a dois quintos, dependendo do crime – o outro critério está associado ao bom comportamento. Em 2016, a saída temporária ocorreu entre os dias 19 e 31 de dezembro. Sendo que os retornos estavam previstos entre os dias 26 de dezembro e 08 de janeiro de 2017. 



Comentários (10)

geba

11/01/2017 09:49

capazzzzz que voltaram????

Mordomia?

11/01/2017 08:04

Prefiro trabalhar c o lombo no sol, do que ser privada da liberdade.

Detentos

11/01/2017 02:07

Só falta criarem o INDULTO DE CARNAVAL. Nosso país não respeita suas vítimas,mesmo! E quem pratica o crime tem tudo. Presidiários deveriam cumprir pena sem redução e sardinhas para festas.

Eder Vinicios

10/01/2017 20:39

Antiganente se falava apenas que cadeia era escola de mal exemplos. Agora aqui se faz algo diferente. Da trabalho educação dignidade e tenta fazer o que o presídio tem obrigação de fazer e dai vem esses mesmo que falavam que era escola do mal criticar o trabalho e dedicação para que se recupere um indivíduo.

RETORNO 1

10/01/2017 20:25

boa vida que tem ladentro , todo canario quer retornar para a gaiola

Kkkk

10/01/2017 19:05

E bota mordomia que os detentos tem!!!, Duvido um trabalhador tomar o café que eles tomam, ter em casa a comida que eles tem. Deveriam pagar por isso trabalhar para custear as despesas no presídio.

Leitor

10/01/2017 19:04

Nossa, que pessoal comportado.

nao sou burro

10/01/2017 18:03

vamos e venhamos mal de hotel que os tcho tem nois paga tudo nessssse brasil amado

Olho crítico

10/01/2017 16:25

Capaz que não iriam voltar! Com toda a mordomia e os rendimentos que têm!

10/01/17

10/01/2017 14:43

Sorte a nossa!!!!

Deixe seu comentário