Segurança
Polícia Militar repassa orientações sobre realização de eventos
Cabo Deywison explica as principais dúvidas da população sobre os procedimentos
Comentários da matéria Diminuir o tamanho da letraAumentar o tamanho da letra
Caçador Online  |  19/04/2017 13:14

Ainda é de desconhecimento de grande parte da população a necessidade e importância de procurar a Polícia Militar antes da realização de qualquer evento. Tal instituição é imbuída de regulamentar questões de segurança. Pensando em sanar possíveis dúvidas, o 15º Batalhão de Polícia Militar repassou algumas informações sobre como realizar este procedimento.

O primeiro passo é procurar, com antecedência mínima de dez dias, o setor responsável no quartel. Lá, serão passadas todas as orientações necessárias. Após entregue alguns documentos, é feita uma vistoria preventiva. Se estiver tudo regular, é expedido um laudo de ordem pública.

foto1
clique na foto para ampliar

O cabo Deywison Schmitt Scotti, do setor de vistorias, explica quando é necessário procurar a Polícia Militar. “A portaria estadual que obrigatoriamente cumprimos diz que todo evento, de qualquer natureza, com entrada paga ou não, e que tenha aglomeração de pessoas, fica obrigado a procurar os órgãos necessários, entre eles a Polícia Militar”, enfatiza.

O policial ressalta que este procedimento é fundamental para preservar a segurança das pessoas. A PM é o último órgão a fazer a vistoria, analisando inclusive os alvarás de outras instituições, como da Polícia Civil, Vigilância Sanitária e Prefeitura.

foto2
clique na foto para ampliar

“Existem previsões legais em desfavor de quem não cumprir isto. Através do seu poder de polícia, a Polícia Militar, de maneira preventiva, fiscaliza eventos. Se flagrar algum que esteja de forma irregular irá fechar o local, além de aplicar sanções para os organizadores por estar desenvolvendo uma atividade irregular”, pondera Deywison.

Por último, a Polícia Militar também atua no respaldo à segurança de eventos, com rondas internas e externas, de maneira preventiva.

“Depois de tudo regularizado, será disponibilizado o policiamento para que a festa transcorra dentro da normalidade, com a segurança necessária. Lembramos que estamos aqui para ajudá-los e orientá-los da melhor forma possível”, finaliza o policial.

Para maiores informações, deve telefonar para o 15º BPM pelo número 3561-6920, ou procurar diretamente o quartel na rua Nelson Eugênio Busatto, bairro Bom Sucesso, próximo ao presídio de Caçador.

Comentários (0)
 
Deixe seu comentário
Os comentários não representam a opinião do Portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Comentários com ofensas pessoais, publicitários, de cunho político e palavras de baixo calão serão excluídos.
* Identificação:
* Comentário:
 
 
Pedido - 22/09/2017 17:44
Prefeitura recebe proposta alternativa ao projeto do horário do comércio
Presidente do Sindicato dos Comerciários esteve reunido com o prefeito Saulo
Convênio - 22/09/2017 17:09
Uniarp inicia processo de internacionalização
O primeiro convênio foi assinado entre a UNIARP e a Universidade de Guadalajara
Caçador - 22/09/2017 17:03
Mais de 500 indicações já foram feitas pelos vereadores neste ano
A indicação é uma sugestão apresentada ao Poder Executivo, ou seja, à Prefeitura
Meteorologia - 22/09/2017 16:29
Previsão aponta chuva para este sábado em Caçador
O volume de chuva previsto não é suficiente para reverter a situação de estiagem
Reunião - 22/09/2017 15:00
Campanha de mobilização para educação de jovens e adultos é lançada
Participaram do encontro integrantes de entidades educacionais e representativas
Caçador - 22/09/2017 14:47
Segurança alimentar é tema de palestra na próxima terça
O evento terá início às 19h no Teatro da Uniarp com entrada gratuita ao público
Estelionato - 22/09/2017 11:21
Polícia Militar alerta para aumento de golpes por telefone em Caçador
No sábado, por exemplo, uma vítima perdeu R$ 3 mil no golpe aplicado à noite
Encontro - 22/09/2017 10:59
Em Videira, Raimundo Colombo apresenta ações do Governo
Governador destacou as ações para manter a força econômica catarinense