Crime

Suspeito de furto troca tiros com a polícia no bairro Alto Bonito

Três masculinos foram detidos em flagrante pela Polícia Militar de Caçador

Um homem suspeito de cometer furto em uma residência trocou tiros com policiais militares na noite desta sexta-feira, 23, no bairro Alto Bonito, em Caçador. O suspeito, Jonathan Ribeiro de Souza, vulgo Jhoninho, foi preso pela Polícia Militar.

Segundo o boletim da PM, eram por volta das 20h quando um popular acionou a polícia relatando que estavam cometendo um furto em uma casa na rua Maria Antônia Busato Zandavali. Uma guarnição foi ao local imediatamente e flagrou Jhoninho saindo da residência com produtos de furto.

O suspeito efetuou um disparo de arma de fogo contra a guarnição, e empreendeu fuga entre as residências. Em determinado momento, a polícia se deparou com o veículo Kadett, placas CAL-7972. Jhoninho saiu do carro e novamente tentou fugir.

De acordo com os policiais, o suspeito efetuou mais dois disparos de arma de fogo contra a guarnição. Desta vez, como não havia perigo de alvejar populares, os policiais revidaram com quatro disparos, que não atingiram o masculino.

A PM logrou êxito em capturar Jhoninho e outros dois suspeitos que estavam no Kadett, sendo Saulo Strapazzon, de 28 anos, e Odinei Mota de Miranda, 29. No veículo havia diversos produtos que a vítima do crime reconheceu como sendo de sua propriedade. Nenhuma arma foi encontrada.

Os três suspeitos foram presos e conduzidos à delegacia de polícia para serem realizados os procedimentos. Jhoninho foi levado para o hospital Maicé para receber atendimento, pois apresentava um corte na cabeça em razão da fuga.



Comentários (9)

Polícia enxugando gelo

26/06/2017 08:10

Parabéns à PM de Caçador. Sempre exercendo o seu papel com prontidão e êxito, mas continuam enxugando gelo. A PM prende e a justiça solta. É que os vagabundos nunca assaltam casa de juiz e promotor que moram no centro da cidade. Eles sempre assaltam as casas de trabalhadores nos bairros, que dão um duro danado dia e noite. Mas se a gente pegar um vagabundo desses e dar uma coça de pau ou dar um fim, a gente vai pra banco dos réus e juiz e promotor aplica a lei com rigor. Aliás, a lei feita por quem? Pelos deputados pra proteger vagabundo.Que vergonha de país. Roubam dos trabalhador daqui até Brasília

Papum

24/06/2017 20:43

Meee denovo o jhoninho sé loko????

Batman

24/06/2017 20:27

Quatro tiros e nenhum acertou os suspeitos! Vão atirar mal lá na casa do tatu!!!!

Morador

24/06/2017 20:05

Fika susse mano logo tamo aí de novo dinheiro e advogado tem bastante... Já estamos agilizando as coisas aqui

Para o senhor pensativo aí

24/06/2017 19:40

Também acho que esse negócio não está bem explicado senhor pensativo, para mim não está explicado como a polícia errou os tiros. Pessoas como essas que entram em nossas casas levando nossos bens materiais deixando para trás indignação e insegurança e ainda fazem pose para foto depois de preso, tomara que dessa vez fique fora de circulação.

Leitor 1

24/06/2017 18:08

Parabéns a Policia , finalmente esse vagabundo e seus coparsas foram presos. Gostaria de conhecer estes policias e dizer PARABÉNS. como não os conheço e por razões de segurança seus momes não são revelados vai em nome das pessoas de bem nosso MUITO OBRIGADO.

Piá de Boston

24/06/2017 17:50

Pelo amor de Deus, esse Jhoninho é figura carimbada na região do Berger e Alto Bonito, vai e vem da cadeia, tem envolvimento até com caixeiros e estava livre! Que justiça é essa? Espero que agora pelo menos permaneça por algum tempo fora de ação.

Pensativo

24/06/2017 16:21

De acordo com os policiais, o suspeito efetuou mais dois disparos de arma de fogo contra a guarnição. Desta vez, como não havia perigo de alvejar populares, os policiais revidaram com quatro disparos, que não atingiram o masculino. A PM logrou êxito em capturar Jhoninho e outros dois suspeitos que estavam no Kadett, sendo Saulo Strapazzon, de 28 anos, e Odinei Mota de Miranda, 29. No veículo havia diversos produtos que a vítima do crime reconheceu como sendo de sua propriedade. Nenhuma arma foi encontrada. Ta mas e se ele efetuou dois disparos e eles revidaram cade a arma que ele usou pra fazer os disparos.esse negocio nao ta bem explicado

moradora

24/06/2017 15:31

Parabéns,pela agilidade dos policiais!! Esse Dioninho merece ficar pór muito tempo,fechado. Depois que os moradores do bairro soberam que ele estava solto,ninguem mais teve sossego. È um assalto por noite,dia...ñ tem hora. Parece que tem o demo no corpo!! Assalta e ñ conseguem pegar!! Mais uma vez, parabéns a policia. Projeto rede de vizinho!!??? Booommm!!

Deixe seu comentário