Na Argélia

Gabriel é aposta do Brasil para o Mundial de Handebol

Caçadorense é um dos mais experientes da seleção na categoria Júnior

Na próxima terça-feira (18), o Brasil estreia no Mundial Júnior Masculino de Handebol cheio de boas expectativas. Com uma geração promissora, a Seleção vai à Argélia com o objetivo de melhorar a participação brasileira no campeonato, que foi o sexto lugar em 2013 - a melhor de uma equipe masculina em Mundiais. 

Um dos mais experientes do Brasil é o armador caçadorense Gabriel Ceretta Jung, que joga no Helvetia Anaitasuna, na Espanha. O jovem tem inúmeros títulos com as categorias de base do handebol brasileiro e também convocações para a seleção principal.

A equipe treinou até domingo em Taubaté (SP) e, então, embarcou para Argel. A capital do país africano receberá os jogos dos quatro grupos, que juntos reúnem 24 países.
Animados, os jovens atletas projetam uma participação bastante positiva para o Brasil, que faz parte da Chave C, junto com Burkina Faso, Espanha, Macedônia, Rússia e Tunísia. O primeiro confronto do País será na terça-feira, às 6h (horário de Brasília), contra os espanhóis.

"Nossa expectativa é jogar o mais forte possível e garantir todas as vitórias no grupo. O time mais difícil da chave é a Espanha. É o último campeão europeu e eles têm um trabalho muito bom", destacou o capitão do time, Leonardo Abrahão. "O Jordi (Ribera), que era técnico do Brasil, está lá e conhece bem a nossa equipe. É o primeiro jogo da fase, mas vamos tentar imprimir nosso ritmo para estar o melhor possível", acrescentou.

O central acredita que o fato de a equipe jogar junto há um bom tempo pode contribuir significativamente. "Vamos tentar equilibrar todas as partidas. A nossa defesa é nosso ponto alto. Nosso grupo já se conhece bastante. Há dois anos que treinamos juntos, e muitos têm contato nos clubes também. Esperamos chegar o mais longe possível e ter uma boa performance no campeonato."

O técnico do Brasil na competição é Helio Lisboa Justino. Ele conta que esses dias em Taubaté (SP) foram fundamentais para retomar o trabalho que já vinha sendo feito com o grupo. "Tentamos relembrar algumas coisas durante os treinos que já tivemos, principalmente sobre a defesa 5:1, que é nosso ponto forte. A ideia é defender bem e sair bem nos contra-ataques. Essa é a proposta da nossa defesa", descreveu Helinho, que por muito tempo vestiu a camisa verde e amarela em quadra, defendendo a Seleção.

Todas as atividades estão sendo acompanhadas pelo coordenador nacional de seleções, Washington Nunes, que elogiou a disposição do grupo. "O trabalho com a equipe Júnior continua intenso. Hoje, o foco principal foi treinar como atacar uma defesa 5:1, que provavelmente será utilizada pela Espanha, além de ajustes de transição. O engajamento e o nível de concentração dos meninos está muito alto. Vimos vídeo da Espanha, fizemos a preparação de jogo e treinamentos pensando nesse confronto. A partir de amanhã, começamos a pensar também nos outros adversários. A preparação está intensa e o ritmo também está muito bom", encerrou.

No grupo A do Mundial estão Alemanha, Chile, Coreia do Sul, Hungria, Ilhas Faroé e Noruega. Na chave B estão Dinamarca, Egito, Eslovênia, França, Qatar e Suécia; e Argélia, Argentina, Croácia, Islândia, Kazaquistão e Marrocos compõe o grupo D.

Programação - grupo C

*Horário de Brasília

Terça-feira (18)
6h - Espanha X Brasil
8h - Tunísia X Burkina Faso
10h - Macedônia X Rússia

Quinta-feira (20)
12h - Brasil X Tunísia
14h - Rússia X Espanha
16h - Macedônia X Burkina Faso

Sexta-feira (21)
10h - Brasil X Rússia
12h - Espanha X Burkina Faso
14h - Tunísia X Macedônia

Domingo (23)
12h - Tunísia X Rússia
14h - Macedônia X Espanha
16h - Burkina Faso X Brasil

Segunda-feira (24)
10h - Espanha X Tunísia
12h - Burkina Faso X Rússia
14h - Macedônia X Brasil

Quarta-feira (26)
Oitavas de final
Quinta-feira (27)
Quartas de final
Sábado (29)
Semifinais
Domingo (30)
Finais

Seleção Brasileira Júnior Masculina

Goleiros - Marcos Vinícios Colodeti (São Bernardo/ADC Metodista-SP) e Rangel Luan da Rosa (HC Odorhei-Romênia)

Armadores - André Gonçalves de Lima Amorim (BM Villa de Aranda-Espanha), Gabriel Ceretta Jung (F.C. Barcelona-Espanha), Guilherme Leonel Costa da Silva (E.C. Pinheiros-SP), João Guilherme Perbelini Ribeiro (E.C. Pinheiros-SP), Leonardo Dutra Ferreira (E.C. Pinheiros-SP) e Patrick André Toniazzo Lemos (Futebol Clube do Porto-Portugal).

Centrais - Henrique José Petter Solenta (BM Villa de Aranda-Espanha) e Leonardo Abrahão Silveira (EC Pinheiros-SP)

Pontas - Marcos Vinícius Vieira dos Santos (Sport Club do Recife/J-PE), Pedro Paulo Alves Umbelina Júnior (MRV Unicesumar Londrina-PR), Cauê Ceccon Baptista (E.C. Pinheiros-SP) e Guilherme Miguel Laranjeiro Torriani (Taubaté/FAB/Unitau-SP).

Pivôs - Edney Silva Oliveira (P.M. Maringá/Unimed/Unifamma-PR); Márcio Alan da Silva Maildo (CS Chenois Geneve Handball-Suíça)

Comissão técnica

Técnico: Hélio Lisboa Justino
Auxiliar técnico: Joel Teixeira Dutra
Treinador de goleiro: Diogo Castro
Fisioterapeuta: Gustavo Pereira Barbosa
Supervisora: Cláudia Pereira Sampaio Mota
Coordenador nacional de seleções: Washington Nunes



Comentários (0)


Deixe seu comentário