Voos cancelados

Furacão Irma atrasa volta de médicos cubanos para Caçador

Não há informação se existem familiares dos médicos entre as 10 mortes registradas

Os quatro médicos cubanos que trabalham para a Prefeitura de Caçador e estavam passando as férias no país de origem, não puderam retornar na data agenda, que seria a segunda-feira, 11. Isso aconteceu porque os voos de Cuba para o Brasil foram cancelados devido à passagem do furacão Irma, que tem afetado diversos países da América Central e Sul dos EUA desde o dia 4 de setembro. 

“Como podemos acompanhar pelos noticiários, o furacão causou graves danos àqueles países. Jamais vamos minimizar o sofrimento das famílias que perderam entes queridos, mas, infelizmente de uma maneira ou outra acabamos afetados”, destaca o secretário da Saúde, Ademar Schmitz. Não há informação se existem familiares dos médicos entre as 10 mortes registradas em Cuba. 

“Inicialmente pedimos a compreensão a todos pela crítica situação dos cubanos. Entretanto, até que tudo se resolva, faremos o possível para que nossos pacientes não fiquem desassistidos. Lembrando que temos em nossos postos de saúdes existem equipes com profissionais competentes que não deixarão de atender a comunidade”, finalizou o secretário.



Comentários (0)


Deixe seu comentário