Evento

Semana do Contestado contará com ações de resgate histórico da região

O projeto engloba o resgate histórico, cultural e principalmente científico

A Semana do Contestado, comemorada em a última semana de outubro, contará com ações voltadas para a comunidade carente e em situação de vulnerabilidade, além da valorização da história da região. Através de um projeto, criado de maneira coletiva, através da Prefeitura, Instituto Federal de Santa Catarina e Museu do Contestado, apoiado por diversas entidades municipais, os recursos virão do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

O projeto engloba o resgate histórico, cultural e principalmente científico. As ações que iniciarão na Semana do Contestado, comemorada na última semana de outubro em Caçador, devem se estender até meados de 2019.

“Está é a primeira vez que o município participou e foi contemplado, inclusive o projeto foi escolhido como o terceiro melhor no Brasil. Além de atividades culturais que fomentarão a história de nossa gente, serão feitas muitas ações que envolvem os cidadão. É um projeto que vai além da semana instituída por lei. Um projeto a longo prazo que tem muito para somar”, destaca Júlio Corrente, um dos colaboradores.

O projeto foi apresentado, nesta segunda-feira, 17, para o prefeito Saulo Sperotto. Os representantes do Museu, Julio Corrente e Letíssia Crestani, juntamente com Cristiane Dobner representando a Secretaria de Planejamento Estratégico e Desenvolvimento Econômico e o servidor do IFSC Caçador, William Peres estarão em Brasília para receber um treinamento de como desenvolver as atividades.

A iniciativa tem como objetivo de levar ciência e tecnologia para a comunidade e tem abrangência intermunicipal. “O projeto vai muito além do resgate histórico. Conseguiremos fazer algo mais amplo e em um período maior. Trazer ciência e tecnologia e transformar a vida de pessoas carentes e em situação de vulnerabilidade. Além disso, envolve diversas entidades do município, mas tem abrangência interestadual”, finalizou William.

Para o prefeito Saulo, a história de Caçador e região deve ser valorizada e preservada. “A Prefeitura vai incentivar sempre projetos que venham a resgatar a nossa história, que é riquíssima e de grande importância para todo o Estado de Santa Catarina e para o Brasil”, concluiu.



Comentários (0)


Deixe seu comentário