Câmara

Aprovada moção de apelo devido à falta de água em Caçador

Documento será enviado às autoridades estaduais para conhecimento da situação

A Câmara Municipal de Caçador se manifestou novamente sobre a ineficiência envolvendo o abastecimento de água no município. Desta vez, uma moção de apelo assinada por todos os vereadores foi aprovada e será encaminhada ao governador Eduardo Pinho Moreira e ao governador eleito Carlos Moisés da Silva, ao presidente da Assembleia Legislativa, Silvio Dreveck, ao deputado estadual Valdir Cobalchini, e ao diretor-presidente da Casan, Adriano Zanatto, externando a preocupação do Legislativo e de toda população caçadorense com a constante falta de água, e para que as autoridades nominadas envidem esforços na busca de uma solução do impasse entre a Casan e o Município.

O documento foi sugerido pelo vereador Marcos Creminácio e aprovado verbalmente por todos os parlamentares na semana passada. Nesta segunda-feira (12), a moção foi lida em plenário para a ciência da comunidade.

Na manifestação, os vereadores ressaltam que por muitos anos a Casan deixou de investir na estrutura necessária para o bom desempenho na prestação dos serviços de abastecimento de água, de coleta, remoção e tratamento de esgoto sanitário, o que acarretou em prejuízos para o desenvolvimento do Município. Além disso, na eminência de deixar o sistema de abastecimento de água à empresa vencedora da licitação, a Companhia continua prestando um serviço muito aquém do que poderia ser considerado razoável para o suprimento das necessidades da população caçadorense.

“Diariamente os vereadores recebem reclamações e pedidos de ajuda das pessoas para a solução dos reiterados casos de falta de abastecimento de água nos diversos bairros da cidade. E não tem sido diferente os comentários veiculados pelos moradores nas redes sociais, demonstrando sua insatisfação diante do problema que se repete com frequência”, destacam no documento.

Os vereadores ainda repudiam o desrespeito que vem sendo infligido, segundo eles, por parte da Casan aos cidadãos caçadorenses, já extremamente exaustos e impotentes diante de uma situação de sofrimento e falta de dignidade.

“Diante da gravidade da situação, pugnamos em nome de cada cidadão de Caçador, pela tomada de medidas urgentíssimas no sentido de determinar à Casan – unidade de Caçador, para que envide todo o seu esforço no sentido de regularizar o abastecimento de água no Município, cumprindo assim com suas responsabilidades legais, contratuais e morais, enquanto legítima detentora da concessão”, completam.



Comentários (0)


Deixe seu comentário