Passeio desafiador

Ciclistas se aventuram no 9° Marathon Rio Timbó

Grupo de 22 ciclistas percorreu 140 quilômetros em dois dias

Um passeio em forma de aventura. Assim pode ser definido o 9º Marathon Rio Timbó, uma jornada de 140 quilômetros de bike em meio à natureza. O desafio foi realizado por 22 ciclistas caçadorenses no último fim de semana, dias 1 e 2 de dezembro.

A partida foi do Parque Central José Rossi Adami, em Caçador, na manhã de sábado. Diferente de anos anteriores quando o primeiro deslocamento foi de carro, nesta edição os aventureiros já saíram montados nas bikes. Dois carros de apoio acompanharam o grupo.

O primeiro trecho do percurso foi até a fazenda São Pedro, da empresa Laminados AB, na região de São João de Cima, onde o grupo almoçou. Depois os ciclistas pedalaram 15 quilômetros numa trilha em meio à mata nativa, atravessando três rios e saindo na estrada geral beirando o Rio Bonito.

A próxima pausa para repor as energias foi na cachoeira do Rio Bonito. Revigorados, os aventureiros foram até a pousada São Pedro do Rio Timbó, na região de Santa Cruz do Timbó, distrito de Porto União. Foram 65 quilômetros de pedal no primeiro dia até o merecido descanso.

“É muito gratificante pedalar em meio à natureza, com áreas de mata preservadas, contemplados paisagens de encher os olhos. É uma sensação ótima, além do bem estar do exercício físico é uma paz de espírito para quem gosta”, definiu um participante.

O segundo dia de pedalada foi para retornar a Caçador, porém percorrendo um caminho diferente da ida, dessa vez exigindo mais dos aventureiros. O espraiado da Bom Sucesso, no rio Timbó, foi um dos pontos de parada na volta.

Mesmo com muitas subidas, cada ciclista pedalou no seu ritmo até todos chegaram à Serra Chata para o lanche do meio dia. No final do domingo, depois de 75 quilômetros de pedal, o grupo chegou de volta a Caçador.

“Não tivemos nenhum acidente, apenas alguns pneus furados e quedas leves. Os carros de apoio foram fundamentais por levar a bagagem e dar tranquilidade, e no final ficou a sensação de missão cumprida. Embora o percurso semelhante, cada ano é uma aventura diferente e gratificante”.

Depoimento do grupo postado no Facebook

“Este foi o 9° Marathon Rio Timbó, e como sempre pedalamos ao lado de amigos que como nós, tem um gosto e atitudes estranhas. Como por exemplo acordar cedinho e pedalar quilômetros, comer poeira, se sujar de barro, de cair em riachos em poça de lama, atravessar mata fechada de bike, em sentar na beira da estrada e almoçar um sanduíche, banana, doce de leite, paçoquinha, de rir muito e a toa. Mesmo com sol a pino ou chuva, de dormir não muito confortável e no outro dia acordar animado e fazer tudo de novo, é quase incompreensível se não fosse a 9° vez.

Obrigado por terem esse gosto e essa atitude estranha pela vida. Essa sem dúvida é a maior experiência de um Marathon Rio Timbó”.

CLIQUE AQUI PARA VER O ÁLBUM DE FOTOS DO PASSEIO



Comentários (0)


Deixe seu comentário