Entrevista

Cigano visita Caçador e demonstra confiança para as próximas lutas

O lutador de MMA espera enfrentar o seu próximo adversário já em março de 2019

A vitória contra o invicto Tai Tuivasa, no dia 1º de dezembro, trouxe confiança para o lutador de MMA Júnior ‘Cigano’, que almeja reconquistar o cinturão dos pesos-pesados do UFC. Ele está em Caçador visitando a família e amigos, e aproveitou para conceder entrevista ao Caçador Online e à Rádio Caçanjurê nessa segunda-feira, 17.

A luta contra Tuivasa foi a sua segunda vitória consecutiva. Cigano comenta que foi uma disputa muito dura, que ficou preocupado com alguns chutes que levou na perna, mas acrescenta que soube usar a experiência e reverter os ataques do adversário.

“Mais um invicto para a coleção. Ele conectou bons chutes na minha perna, me abalou um pouco no início. Foi um primeiro round conturbado para mim, mas eu soube usar a experiência e ninguém tinha falado para ele que eu sou de Caçador (risos). Eu esperei os ataques deles, e conectei um golpe de encontro, e eu vi que ele ficou meio vesgo e.… opa! Aproveitei e continuei batendo até o juiz parar a luta... e vitória”, disse.

Sobre o seu futuro no UFC, o lutador diz que não escolhe adversários, e que irá enfrentar quem vir. Cigano espera lutar novamente já em março, e quer fazer pelo menos três lutas em 2019.

“Eu poderia lutar pelo cinturão de imediato, pois já tenho histórico na categoria. Os próprios lutadores sabem disso e respeitam. Com relação a minha próxima luta, eu pedi para lutar contra o Overeem porque isso seria uma revanche bastante interessante, mas tem também o Miotic, o próprio Velásquez que voltou agora. Opções não faltam no UFC. Manter uma frequência boa de lutas é essencial para qualquer lutador. Sem o tempo de luta você não é ninguém. A minha intenção é no mínimo três lutas para o próximo ano, já estou ansioso esperando pela próxima. Para março já estaria preparado. O oponente não escolho. Venha quem viera. Para você ser campeão tem que lutar com todos. E foi assim que me tornei campeão”, destaca.

O lutador, que passou a sua infância e juventude em Caçador, deixa uma mensagem. “Desejo um bom Natal para todos os caçadorenses, meus conterrâneos, e para todos desta região. Um feliz e próspero Ano Novo, que 2019 façamos nossos sonhos se tornarem realidade”, finaliza.

 

 



Comentários (0)


Deixe seu comentário