Meta para 2019

ACIC defende implantação de Uber em Caçador

A empresa conecta motoristas parceiros e usuário através de um aplicativo

A Associação Empresarial de Caçador (ACIC) terá como uma das bandeiras para 2019 a melhoria da mobilidade urbana na cidade, defendendo a implantação do Uber.

A empresa de tecnologia Uber conecta motoristas parceiros e usuários através de um aplicativo. A Uber Technologies Inc. foi fundada oficialmente em junho de 2010, na cidade de São Francisco, e hoje está em mais de 600 cidades em 65 países.

De acordo com Moacir José Salamoni, presidente da ACIC esta bandeira é mais uma em prol do desenvolvimento de Caçador e soma-se a outras como a implantação de linha área e melhoria na infraestrutura das rodovias.

“A cidade de Caçador é umas das maiores exportadoras de Santa Catarina e, portanto, tem conexão com o mundo. Precisamos de opções de transporte para um crescimento e desenvolvimento econômico e social ainda maior. Temos que planejar e agir de forma unida, de forma coesa, para então, alcançarmos nossos objetivos”, afirma.

 

Fortalecimento do associativismo

A ACIC encerra 2018 com 470 associados. A entidade conta também com nove Núcleos Empresariais: Jovem, Apicultores, Recursos Humanos, Contadores, Imobiliário, Gastronomia, Comunicação, Gestão pela Excelência e o Conselho de Núcleos. Através dos núcleos, as empresas têm acesso à informação, atuam ao lado de seus concorrentes num ambiente favorável ao crescimento, trocam ideias, realizam compras em conjunto e promovem uma série de ações que comprovam a importância do associativismo.

“O ano de 2018 foi muito especial para a ACIC. Tivemos aumento no número de associados, diversas ações foram realizadas com pleno êxito pelos Núcleos e estamos fortalecendo nossa Associação. E isso é fruto do trabalho de toda a equipe e diretoria, que não medem esforços para agregar benefícios aos associados, através de cursos, orientações, serviços, ações para atender os diversos Núcleos e muito mais. Agradecemos, amigos associados pelo voto de confiança em nosso trabalho.  Estamos sempre atentos e preparados para atender e apresentar as melhores ferramentas e soluções”, destaca Salamoni.

O Presidente da ACIC reforça ainda o envolvimento na área social. A entidade esteve envolvida em vários eventos, reuniões, preparativos para ações que visam sempre o bem de toda a comunidade de Caçador. “Ao longo de 2018, a ACIC atuou e vem atuando em diversas frentes, defendendo a saúde, educação, cultura, infraestrutura e segurança. Frentes que são fundamentais para o desenvolvimento da nossa cidade”, completa.



Comentários (23)

Claudio

22/12/2018 11:59

Sinceramente, acho que taxi aqui em CDR é coisa para pobre. Então não tem carro, não sabe custo de manutenção, nem nada. A mão de obra na concessionária está R$ 150,00/h. Então se não tem dinheiro para pegar taxi, vai a pé, cavalo ou bicicleta. Mas para de falar merda.

Consumidora

22/12/2018 07:35

É uma boa opção para a livre concorrência. Como já disseram, só que já precisou de um táxi para saber como funciona. Mas não adianta de nada se os impostos são absurdos e os motoristas serem uma nulidade no atendimento. Todos motoristas do Uber são avaliados pelo passageiro. Outra: que vai querer fazer corrida nos bairros mais violentos?

Cidadão

21/12/2018 19:34

Uberja vai de ônibus então...se descordar dos preços cobrados, porque vc não paga os R$2300,00 de tributação para a prefeitura daí quem sabe ganhe corrida grátis.

Uber

21/12/2018 15:30

Taxista pode virar Uber, ou usar as duas plataformas, essa é uma realidade em varias cidades.

Montgomery Burns

21/12/2018 15:13

Viu só ? Eu falei que é factóide (mais um) de fim de ano. Já-já vão falar de novo dos vôos do aeroporto (que ninguém usa), dos parquímetros (que ninguém quer), do Parque do Gumercindo (onde ninguém vai) e da modernização da ferrovia (que nunca vai sair). É sempre o mesmo nhem-nhem-nhém dos oportunistas (que nunca se calam). São só leões desdentados fazendo barulho (por nada). Que se vão todos os medíocres para a eternidade.

ROUBO!!

21/12/2018 12:19

Os taxistas daqui sempre tem a desculpa que o taximetro está quebrado e quando está funcionando colocam a bandeira mais caro, quem não entende acaba pagando duas vezes mais que o valor, é um absurdo. Caçador a maior cidade do meio oeste e ainda não tem uber. Lamentável.

Festeiro

21/12/2018 11:02

Uma boa, aí só sair de Uber Adios as blitz.

para o #Edi#

21/12/2018 10:52

Pois é..., não seria o taxímetro que deveria dizer quanto tem que cobrar para ser justo e correto ???? Já paguei taxi 3 vezes para o mesmo lugar e custou R$ 15, R$ 18 e R$ 20, num intervalo de poucos dias. O taxista nem ligou o taxímetro, o preço foi arbitrado por ele conforme quis.

Jocel

21/12/2018 08:52

Qualquer corrida mesmo perto os taxistas cobram R$ 30,00,muito caro. Motorista é terceirizado então cobra o valor dele e o valor do dono do táxi tornando uma simples corrida um valor exagerado

Maluco beleza

21/12/2018 07:43

Pelo que estão falando, ser um taxista é só dor de cabeça. Não seria mais fácil, então, o que os atuais taxistas dessem baixa de suas atividades e migrassem pro uber? Um dos motivos de pouca gente usar os serviços de taxi hoje é justamente o preço altíssimo.

Alex

21/12/2018 07:26

Com a Uber até acidentes irá diminuir, pois com serviços de valor honesto qualquer um vai preferir pagar para ir e vir sem precisar rezar para achar um local para estacionar seu carro. Uber é sinal de crescimento e desenvolvimento. Parabéns

Vai ser caro

21/12/2018 07:23

Uber em Caçador não vai ser barato cidade pequena não funciona poucos usuários vai ficar no preco do táxi. Besteira da ACIC que agora já é o segundo poder em Caçador.

Vai ser caro

21/12/2018 07:22

Uber em Caçador não vai ser barato cidade pequena não funciona poucos usuários vai ficar no preco do táxi. Besteira da ACIC que agora já é o segundo poder em Caçador.

Taxistas

21/12/2018 07:15

ADEUS. ACABOU.

Charlie

21/12/2018 00:10

Só é contra quem nunca precisou de táxi nessa cidade. O que foi comentado abaixo sobre não usarem o taxímetro é verdade. O preço é absurdo.

Douglas R.B.W

20/12/2018 23:14

Isso é só uma falastra de fim de ano, além de praticamente nunca fazer nada com o que arrecadam dos associados, quem dar uma de chefe de Posto Ypiranga para se aparecer depois de um ano sem fazerem nada. O que tem que se melhorar é o serviço é esses valores das corridas de táxi, mas nao aniquilar esses que vivem disso. Tem muito taxista que passa a semana e faz 3 ou 4 corrida isso quando tem algum evento e o cidadão fica meio mamado e prefere um táxi do que dirigir.

Leitor

20/12/2018 21:48

Boa ideia, sobretudo, porque os taxistas cobram o que querem, não respeitam as tarifas.

#Edi#

20/12/2018 21:27

Só pra constar...Os taxistas de Caçador são fiscalizados sim; E o valor das corridas não são cobrados simplesmente se prq os eles gostam ou não dos clientes. São cobrados de acordo com os valores das taxas que eles tem pagar tds os anos para a prefeitura...Que não são poucas e são absurdas.

Associação dos motoristas

20/12/2018 20:48

A culpa e do poder executivo municipal só sabe inventar impostos cobrar dos taxistas mas organizar fiscalizar dar suporte legal combater os ilegais como Huber falsos que agem na cidade taxis clandestinos que cobrão absurdos isto a prefeitura não faz nada aí o povo e que paga A conta e a culpa recai nos taxistas que lutao a anos por uma secretária de transporte ou mobilidade municipal atuante pra arrumar está bagunça

Uberjá!!!!!

20/12/2018 19:51

Hoje os taxistas cobram o que querem, pois não ligam o taxímetro e não são fiscalizados por ninguém. Para levar uma pessoa no mesmo lugar o preço varia conforme a cara do cliente e a vontade do taxista em cobrar mais ou menos. Que venha o Uber!!!!

Montgomery Burns

20/12/2018 18:05

Mais um factóide de fim de ano. Prá que ? Prá nada ... Só prá ferrar de vez os taxistas que já andam catando passageiro na unha. Quem não usa é que fica inventando essas bobagens.

Viajante

20/12/2018 18:04

As rodovias de acesso é um risco para os automóveis e um sério prejuízo as transportadoras de nossas riquezas. É um descaso do governo estadual, as vias foram mal feitas e estão se desfazendo. Só reformar não vai resolver.

Ademir Becker

20/12/2018 17:58

Boa ideia, porque pagar 25 reais por um táxi da rodoviária até o reunidas é um roubo, sem contar que nunca ligam o taxímetro, devia ter mais fiscalizações nesse setor e também padronizar os táxis com faixas de identificação.

Deixe seu comentário