Crescimento

Caçador cria 1166 vagas de empregos até novembro de 2018

O setor que mais gerou empregos até agora foi a indústria, com 781 vagas

Caçador criou 1166 vagas de empregos até o mês de novembro de 2018. Mesmo sem terminar o ano, esta alta já é a maior desde 2005, quando foram criadas 2.721 vagas de empregos.

Estes números comprovam o crescimento econômico de Caçador, que já era apresentado pelo índice de participação do retorno do ICMS, quando, em 2017, chegou a ser 2,6% superior ao de Santa Catarina, batendo 8,99%.

Os setores que mais criaram empregos até agora foram a indústria, com 781 vagas, serviços, com 285 e o comércio, com 127. Saldo negativo ficou para a agricultura, com 55 desligamentos a mais do que contratações e para a construção civil, com 26.

Para o secretário de Desenvolvimento Econômico de Caçador, Edson Fezer, as criações de empregos no município em 2018 estão se tornando realidade pela vinda de novos empreendimentos e ampliações das empresas locais. “Tivemos várias empresas se instalando aqui, abrindo novas oportunidades de trabalho para os caçadorenses. Isso mostra que Caçador começou a crescer novamente a passos largos. E, em breve, teremos ainda mais novidades neste setor, através de projetos da Prefeitura que serão implantados em 2019”, finalizou. 



Comentários (0)


Deixe seu comentário