Maus-tratos

Cachorro com grave ferimento na cabeça é abandonado no bairro Gioppo

O animal foi socorrido por uma mulher que o levou até uma clínica veterinária

Um cachorro com um grave ferimento na cabeça foi abandonado nesta semana no bairro Gioppo, em Caçador. O animal foi amarrado no portão de uma casa e já está sob cuidados de um veterinário.

Fran Berbeki foi quem resgatou o cachorro e o encaminhou à clínica Unidade Animal. Ela desconfia que ele foi agredido, pois está bastante assustado.

“Eu resgato cães há muitos anos, e nunca tinha pegado um cão no estado que ele estava”, disse a mulher, a qual está arcando com as despesas médicas.

O animal continua internado na clínica, e após o tratamento será encaminhado para adoção. Segundo o que foi apurado, o cachorro tem dono, o qual ainda não foi localizado.

Maus-tratos

Você sabia que praticar maus-tratos contra animais e abandono são crimes previstos em lei? É o que explica a Associação dos Delegados de Polícia de SC (Adepol-SC).

“De acordo com a Lei 9.605/98, essas práticas são consideradas crimes, com detenção de três meses a um ano, e multa. Caso ocorra morte do animal, a pena pode ser aumentada de um sexto a um terço”, afirma.

Entende-se como maus tratos:

Abandonar;

Ferir;

Mutilar;

Envenenar;

Manter preso;

Manter em locais sem as necessidades básicas para uma vida saudável;

Deixar exposto às condições climáticas;

Não fornecer comida e água;

Negar assistência a animais feridos ou doentes;

Promover violência entre os animais;

Utilizar animais em espetáculos que causem estresse ou pânico a eles;

Obrigá-los a trabalhar excessivamente;

Capturar animais silvestres.



Comentários (2)

Ridiculo!!

03/01/2019 19:16

Quem fez isso com esse animal tinha que ser espancado e jogado a própria sorte, deve achar que a vida dele vale mais do que esse pobre animal, mas só acha mesmo porque não vale! covarde!!!! nem de gente não da pra chamar um individuo desse.

Indignada

03/01/2019 18:39

Meu Deus quem fez isso com o bichinho. Os cachorros São seres indefesos que dó. Poderiam postar um contato para que possamos ajudar.

Deixe seu comentário