Caçador

PM prendeu em flagrante 880 pessoas em 2018

O número é 18% superior ao registrado em 2017, segundo balanço divulgado hoje (8)

O número de prisões em flagrante efetuadas pela Polícia Militar em Caçador aumentou 18% em 2018, em comparação ao ano anterior. Um balanço dos atendimentos realizados pelo 15° Batalhão de PM foi divulgado nesta terça-feira, 8.

Segundo os dados apurados pelo Setor de Inteligência, a PM de Caçador prendeu em flagrante 880 pessoas, sendo 26 delas pelo crime de tráfico de drogas. Também cumpriu 75 mandados de prisão.

Ao todo, foram contabilizadas 10.598 ocorrências, o que corresponde a uma média de 29 atendimentos por dia.

O balanço revela que houve diminuição em alguns crimes, como o de violência doméstica, que teve redução de 36,5% em 2018. Já o furto diminui 29% no ano passado, e o roubo, 34,5%.

Em 2018, também foram registradas apreensões de 34 armas de fogo.

No que diz respeito à prevenção, o Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd) foi aplicado a 1.089 crianças, que assumiram o compromisso de dizer "não às drogas".

O comandante do 15ºBPM, tenente-coronel Renato Leandro de Medeiros, comenta que a intensificação das operações e abordagens policiais refletem diretamente na redução dos indicadores de criminalidade, pois inibem a prática de crimes e desencorajam criminosos e consequentemente aumentam a percepção de segurança da comunidade.

“Conclamamos a população caçadorense para auxiliar a Polícia Militar ainda mais neste ano de 2019 com informações que possam levar à identificação dos autores de crimes, ligando para o 190. Todo esse resultado é fruto do empenho e da dedicação dos policiais militares que trabalham 24 horas por dia, 365 dias por ano de forma incessante na preservação da ordem pública”, finaliza o Medeiros.

Ocorrências em números

TOTAL DE OCORRÊNCIAS

2017 – 11.308
2018 – 10.598

FURTOS

2017 – 860
2018 – 609 (-29,18%)

ROUBOS

2017 – 142
2018 – 93 (-34,50%)

VIOLÊNCIA DOMÉSTICA

2017 – 660
2018 – 419 (-36,51%)

ROUBO TENTADO

2017 – 22
2018 – 11 (-50%)

FURTO TENTADO

2017 – 104
2018 – 84 (-19,13%)

PRISÃO EM FLAGRANTE

2017 – 716
2018 – 880 (+18,63%)

TERMOS CIRCUNSTANCIADOS

2017 – 676
2018 – 743 (+9,01%)

AÇÕES DE REPRESSÃO (2018)

Prisão tráfico de drogas – 26
Armas de fogo apreendidas – 34
Cumprimento de mandado de prisão – 75

AÇÔES DE PREVENÇÃO (2018)

Alunos formados no Proerd – 1.089
Escolas atendidas pelo Proerd – 31
Rede segurança escolar implantada – 30
Rede de vizinhos implantada – 9

AÇÕES DA POLÍCIA ADMINISTRATIVA (2018)

Vistoria preventiva de ordem pública de eventos – 27
Vistoria preventiva de ordem pública para estabelecimentos – 15
Consultoria de prevenção ao crime residencial – 193
Consultoria de prevenção ao crime comercial – 127
Consultoria de prevenção ao crime escolar – 16
Vistoria preventiva escolar – 58
Vistoria preventiva residencial – 31
Vistoria preventiva comercial – 35
Termo de irregularidade – 15
Termo de interdição - 23

 



Comentários (4)

MUNÍCIPE

09/01/2019 11:45

Foi pouco, se tivessem feito um trabalho mais ostensivo pegaram mais meliantes, mas a indústria das multas esta comendo solta. Tem que melhorar o 190, demora para atender, alguns chamados levam mais de 30 a 40 minutos para chegar, mas garanto que para fazer blitz ou radar, ai sobra viatura.

Cade

09/01/2019 02:14

Teve curso Krav Maga Parabéns PM orgulho de cacador

Policiais militar

08/01/2019 20:26

Com certeza tem muito o que melhorar, porém deve ser analisado o efetivo policial que trabalha em caçador, que é bem reduzido, incompatível com a demanda de ocorrências. Certamente gostaríamos de atender a cada uma das ocorrências geradas em nossa Central porém é humanamente impossível.

Munícipe

08/01/2019 18:17

Precisa melhorar o atendimento do 190. É demorado o atendimento do telefone e mais demorado ainda é o atendimento do carro policial. Quando não dizem estar todas os carros em ocorrência e deixam de atender.

Deixe seu comentário