Tribuna Livre

Resultados do Projeto “Obra Transparente” são apresentados na Câmara

Números foram destacados pela vice-presidente do Observatório Social de Caçador

O Observatório Social de Caçador é uma das 21 unidades do Observatório do Brasil que participam do projeto “Obra Transparente”, que desde 2017 monitora a situação das obras em escolas e creches financiadas pelo Governo Federal. Nesta quarta-feira (27), a vice-presidente da entidade, Sirlei Braghini, utilizou a Tribuna Livre da Câmara de Vereadores para apresentar os resultados deste trabalho.

Segundo ela, neste período foram monitoradas em Caçador as construções das creches do Alto Bonito e Nossa Senhora Salete, iniciadas em 2012 e com a previsão de entrega para a comunidade em 2016, mas efetivado apenas em 2018, além outra no Rancho Fundo que acabou não se concretizando, mas que há o compromisso da Secretaria Municipal de Educação em construir salas modulares ao lado da Escola Padre José Chamot para suprir essa demanda.

O relatório apontou ainda problemas ocorridos durante a execução desses projetos que culminaram em aditivos nos valores orçados e atrasos na entrega. Um deles, trata-se da escolha errada dos espaços para as construções, como no Alto Bonito onde o terreno possuía alto teor de umidade, e no projeto inicial da creche do Nossa Senhora Salete em local íngreme. Junto a isso, o estudo apontou como prejudicial as alterações no andamento das obras devido aos projetos não corresponderem à situação climática da região, além de, segundo ela, indícios de superfaturamentos. Soma-se a isso a falta de fiscalização tantos de agentes públicos quanto da própria comunidade.

“Faltou sermos mais ativos na fiscalização e aos nossos governantes comprometimento com o dinheiro público. Todas essas construções, assim como outras obras públicas recebem o nosso dinheiro, cabe a cada um fazer a sua parte para que desvios ou erros de planejamento não tornem a acontecer”, finaliza.



Comentários (0)


Deixe seu comentário