Taquara Verde

Delegado afirma que dono de mercado matou jovem em legítima defesa

O autor se apresentou à polícia e deve responder a inquérito policial em liberdade

O homem que matou o jovem Elizeu Lins na noite dessa terça-feira, 28, em Taquara Verde, agiu em legítima defesa, segundo apurou a Polícia Civil. O autor, que é dono de um mercado no distrito, se apresentou à polícia e irá responder a inquérito policial em liberdade.

O fato ocorreu por volta das 18h30 no mercado que fica próximo ao posto de saúde. A vítima foi encontrada caída, sem vida, do lado de fora do estabelecimento.


Elizeu, de 24 anos, foi morto com uma facada no abdômen

Para o delegado Diones de Freitas, trata-se de um caso de legítima defesa. A autoridade policial ouviu o autor, testemunhas e analisou câmeras de segurança do mercado para concluir isso.

“Apurou-se que Elizeu foi até o mercado, possivelmente sob efeito de drogas, e passou a insistir para que o proprietário, que estava acompanhado de sua esposa, lhe vendesse bebida alcoólica fiado. Diante da recusa, Elizeu passou a ameaçar o dono do mercado, insinuando que estaria armado, culminando em luta corporal entre ambos”, relata o delegado.

Ainda de acordo com a polícia, durante a confusão, o proprietário do mercado pegou uma faca que estava exposta à venda em uma das prateleiras e golpeou o abdômen de Elizeu. A vítima ainda conseguiu sair do mercado, porém, caiu logo depois e veio a óbito no local.

“Após perceber a gravidade da situação, o dono do mercado acionou a polícia militar e corpo de bombeiros. Por fim, apresentou-se espontaneamente na Delegacia, oportunidade em que foi ouvido e liberado, pois a autoridade policial firmou entendimento acerca da desnecessidade da prisão, uma vez que restou demonstrada hipótese de legítima defesa, assim como a apresentação espontânea do suspeito também foi considerada”, conclui Diones.

Um inquérito policial foi instaurado, cujo prazo de conclusão é de até 30 dias. Enquanto isso, o autor deve permanecer em liberdade.

Velório e sepultamento

O corpo de Elizeu será velado em sua residência na Rua I, em Taquara Verde, e o sepultamento esta marcado para ocorrer às 17h desta quarta-feira, 29, no cemitério do distrito.

 



Comentários (0)


Deixe seu comentário