Vitivinicultura

Frente parlamentar vai ouvir demandas dos produtores de uva e vinho de SC

O grupo foi lançado na tarde desta quarta-feira (3), na Assembleia Legislativa

Com o objetivo de ouvir as demandas dos produtores de uva e vinho do estado, a Assembleia Legislativa de Santa Catarina lançou nesta quarta-feira (3) a Frente Parlamentar em Defesa da Vitivinicultura. O grupo é coordenado pelo deputado Valdir Cobalchini (MDB) e é composto por outros quatro parlamentares.


FOTOS: Fábio Queiroz/Agência AL

Durante o lançamento, Cobalchini ressaltou o potencial do setor para a economia catarinense. Segundo o deputado, as produções de uva e de vinho, por causa da alta rentabilidade, agregam valor à produção rural e contribuem significativamente para o desenvolvimento dos municípios e a permanência do homem no campo.

“Santa Catarina tem solo e clima favoráveis para a uva. Além disso, é uma tradição, algo que foi trazido pelos imigrantes”, disse. “A nossa frente vai atuar para intermediar o contato entre o setor e o poder público, na busca de políticas e programas que explorem esse potencial".

De acordo com o deputado, no estado, são quase 90 unidades produtoras de vinho, com 4,2 mil hectares de uva e 4,6 mil famílias envolvidas com a produção, concentradas principalmente no Meio-Oeste. Além disso, os vinhos de finos de altitude, produzidos na Serra catarinense, respondem por mais de 600 hectares de uva e uma produção anual de 1,5 milhão de garrafas.

O vice-presidente da Associação Catarinense dos Produtores de Vinhos Finos de Altitude (Acavitis), Ernani Garcia, explicou que uma das principais reivindicações dos produtores é o fim da substituição tributária de ICMS na comercialização de vinhos catarinenses para outros estados. Segundo ele, a carga tributária elevada (chega a 52% do preço final) prejudica as vinícolas.

“Já estamos discutindo o fim da substituição tributária com o governo estadual e temos avançado bastante nessa questão”, afirmou Garcia. “A vitivinicultura tem levado desenvolvimento a uma região com baixo IDH, movimentando o turismo, a gastronomia, gerando empregos que são ocupados por pessoas que moram na região.”

Participaram do lançamento da frente parlamentar o secretário-adjunto de Estado da Agricultura e da Pesca, Ricardo Miotto; o prefeito de Pinheiro Preto, Pedro Rabuske; e os deputados Moacir Sopelsa (MDB) e Dr. Vicente Caropreso (PSDB), além de produtores de vinho. Sopelsa destacou a importância da vitivinicultura para muitos municípios catarinenses e Dr. Vicente lembrou que os vinhos do estado têm se destacado em nível nacional, com premiações.



Comentários (0)


Deixe seu comentário