Aventura

Confira o resultado do Transcatarina 2019

Entre 10 e 13 de julho, cerca de 800 pessoas cruzaram o estado superando desafios

Terminou neste sábado (13), o 11º Transcatarina – um dos maiores ralis de regularidade do País e, que a cada edição, consegue se superar. E final de Transcatarina é sempre uma grande alegria! A euforia dos participantes ao passar pelo pórtico de chegada era contagiante, mas, ao mesmo tempo deixava aquele “pinguinho” de tristeza pelo término, afinal é hora de voltar à realidade e se despedir dos amigos que as trilhas trouxeram com a certeza de expectativas renovadas para o próximo ano. 

O evento começou na última terça-feira (09), em Fraiburgo (SC), quando a secretaria foi aberta e recepcionou os integrantes dos 193 veículos inscritos nas categorias de competição (Máster, Graduado, Turismo, Turismo Iniciante e Turismo Light), e de passeio (Passeio Radical e Adventure). Com o sinal verde para o início das aventuras, cada grupo seguiu seu destino, percorrendo mais de 15 munícipios catarinenses, com pernoites em Caçador e Rio Negrinho. A festa da chegada foi em Blumenau, na Vila Germânica, e teve o barulho dos motores como repertório. 

Técnica com velocidade 

O terceiro e último dia do Transcatarina 2019 foi repleto de emoções e passou por três lugares tradicionais do rali de regularidade catarinense: o Autódromo de São Bento, a EXPOAMA e o parque de diversões da Mineração Veiga. E por lá, o bicho pegou! “Foram locais que nos permitiram fazer um rali 100% técnico, com médias de velocidade altas e que pediram memória e raciocínio rápido dos competidores. No nosso caso, a navegação precisou ser cantada com antecedência de duas ou três referências e a pilotagem adaptada, principalmente no Veiga, onde formavam-se atoleiros, conforme a passagem dos veículos”, explicou o piloto Gustavo Amorim. A exemplo das outras etapas do Transcatarina, a prova foi bem dinâmica e com diversas pegadinhas. 

Amigos, amigos... Ralis a parte! 

Dentro das trilhas, o clima de rivalidade existe, sim! Afinal, todos querem ser campeões de um dos eventos mais competitivos do Brasil. O Transcatarina é reconhecido pelo alto nível do grid, onde pilotos e navegadores definem o ranking nos mínimos detalhes. Uma derrapada ou retomada de curva malfeita pode ser aquela diferença necessária para os primeiro e segundo lugares, e assim, sucessivamente. 

Na categoria Máster, o pódio deu uma “remexida” na etapa deste sábado, com vitória de Gustavo Schmidt e Tiago Poisl, que foram seguidos por Olair Fagundes e Jhonatan Ardigo, e Flavio Roberto Kath e Marcos Maia Pastein, em segundo e terceiro lugares, respectivamente. 

Já na Graduado, Patrick Adriano Celeski e Gunnar Dums dominaram geral e venceram novamente. Em segundo lugar ficaram, Milton Roberto Dresh e Thiago Ferreira da Silva e, na terceira posição, Marcio Schlindwein e Leonardo Agustinho de Melo. 

Pela categoria Turismo, deu Luis Henrique Redlich e Marco Rodrigo Redlich, mais uma vez no topo do pódio, com Paulo Antonio Lacowicz e Ramon Lemos Lacowicz, em segundo lugar, e Fábio de Mello Aleixo Machado e Pedro Aleixo Machado, em terceiro. 

Na Turismo Light, pai e filho, Osmar Fleischmann e Vitor Fleischmann foram os campeões do dia, com Mauro Cesar Ilhacos e André Felipe da Silva Hachmann, na segunda posição, e Amarildo Senke e Rodrigo Dionizio Silva, na terceira. 

A Amigos do Rally é uma categoria destinada aos participantes que não podem participar de todo o Transcatarina, ou seja, é uma etapa única, realizada no sábado. As duplas somaram-se ao certame em Rio Negrinho e seguiram para cumprir os mesmos desafios que todos. Os campeões foram Maicon Rodrigues Ruthes e Fernando Santana Torquatto, e ficaram extremamente felizes com o saldo. “Vencer uma etapa no Transcatarina é especial, pois é uma competição diferenciada; tem história e uma importante representatividade”, disse o piloto Ruthes. “Foi um desafio gostoso, com muita navegação. Eu poderia passar o dia navegando”, complementou Torquatto. 

E o Transcatarina tem campeões novos 

Com soma do prólogo e os três dias de disputas do Transcatarina, agora, a categoria Máster passa a ser liderada pela dupla Olair Fagundes e Jhonatan Fagundes, que estava inspirada! Eles engataram a quinta marcha e partiram rumo ao título. “A última prova foi difícil, pois o carro esquentou e tiramos o pé”, relatou o drama vivido, o piloto Fagundes. “Bom demais ganhar esse troféu. Ser campeão é maravilhoso, principalmente, porque muitos queriam estar no nosso lugar”, completou. 

Outros competidores que não deram chances aos concorrentes foram Patrick Adriano Celeski e Gunnar Dums, na categoria Graduados, com 100% de aproveitamento. A dupla foi formada há apenas três meses. “Foi um Transcatarina intenso, com balaios desafiantes. E o terreno variou bastante, com piso liso, cascalho, areia... Teve de tudo e mais um pouco”, comemorou Celeski. 

Na Turismo, os grandes vencedores foram os irmãos Luis Henrique Redlich e Marco Rodrigo Redlich, que estiveram na liderança durante todo o Transcatarina. “Acima de tudo, nós nos divertimos! Temos um bom entrosamento e conseguimos manter a concentração”, comentou Luis Henrique. 

Com duas vitórias e um terceiro lugar, pai e filho, Osmar Fleischmann e Vitor Fleischmann, sagraram-se campeões da categoria Turismo Iniciante. “Felicidade vencer junto do meu pai, é uma sensação maravilhosa”, destacou Vitor. “Graças ao meu filho estamos aqui. Ele foi fundamental em todo o processo e tem apenas 13 anos. É um orgulho que não cabe no peito”, apontou Osmar. 

O comprometimento e confiança de Giovani Rodrigues Modolon e Fábio Augusto Conte, os levou a vitória da categoria Turismo Light. “Não existem palavras por ter conquistado esse troféu logo na primeira participação no Transcatarina. Temos entrosamento e nos respeitamos”, valorizou Conte. “Minha namorada teve problemas de saúde e deixei ela em casa, ainda em recuperação. Então, imagina a minha felicidade. Foi um rali emocionalmente complicado, mas ela me apoiou, pois sabia que era meu sonho estar aqui”, explicou. 

Enfim, mais um ciclo que se encerrou, mas, a certeza de que um novo ciclo começará em breve. Tão logo, a SC Racing anunciará a data do Transcatarina 2020 e, novamente, os apaixonados pelo evento passarão a sonhar e a fazer a contagem regressiva. Faltam 365 dias para o 12º Transcatarina. 

 

Resultado – 11º Transcatarina

Terceiro dia – Rio Negrinho a Blumenau

 

Categoria Máster 

1º Gustavo Schmidt e Tiago Poisl, 5.533 pontos perdidos

2º Olair Fagundes e Jhonatan Ardigo, 6.029 pontos perdidos

3º Flavio Roberto Kath e Marcos Maia Pastein, 18.428 pontos perdidos

4º Fernando Antonio Lage e Rafael Dal Bello, 18.721 pontos perdidos

5º Leandro Pereira Moor e Claudio Roberto Flores, 20.269 pontos perdidos

 

Categoria Graduado 

1º Patrick Adriano Celeski e Gunnar Dums, 9.992 pontos perdidos

2º Milton Roberto Dresh e Thiago Ferreira da Silva, 13.413 pontos perdidos

3º Marcio Schlindwein e Leonardo Agustinho de Melo, 33.460 pontos perdidos

4º Juares José Veloso Lacerda e Paulo Roberto de Oliveira, 34.133 pontos perdidos

5º Bruno Rozalen Tesser e Welliton Luan Scotti, 35.808 pontos perdidos 

 

Categoria Turismo 

1º Luis Henrique Redlich e Marco Rodrigo Redlich, 16.703 pontos perdidos

2º Paulo Antonio Lacowicz e Ramon Lemos Lacowicz, 27.458 pontos perdidos

3º Fábio de Mello Aleixo Machado e Pedro Aleixo Machado, 39.004 pontos perdidos

4º Luis Fernando Alves Ferreira e Daniel Fernandes, 46.752 pontos perdidos

5º Daniel Fonseca Manse e Mirella Kurata, 52.555 pontos perdidos

 

Categoria Turismo Iniciante 

1º Osmar Fleischmann e Vitor Fleischmann, 26.164 pontos perdidos

2º Mauro Cesar Ilhacos e André Felipe da Silva Hachmann, 91.482 pontos perdidos

3º Amarildo Senke e Rodrigo Dionizio Silva, 91.482 pontos perdidos

4º Fábio Dalpaz e Deivid de Giacomedi, 100.064 pontos perdidos

5º Alessandro Rodrigo Weirich e Gabriela Lis Weirich, 122.322 pontos perdidos

 

Categoria Turismo Light 

1º Giovani Rodrigues Modolon e Fábio Augusto Conte, 39.680 pontos perdidos

2º Ricardo Hoffmann e Guilherme dos Santos Hoffmann, 78.413 pontos perdidos

3º Rodrigo Koegler e Daniel Rodrigo Muller, 79.108 pontos perdidos

4º Camilo de Lelis Oliveira e Giulliano Deleles Oliveira, 149.211 pontos perdidos

5º Camille Piccoli Hentz e Sonia Aparecida Lemos Lacowicz, 170.839 Giovani

 

Amigos do rali 

1º Maicon Rodrigues Ruthes e Fernando Santana Torquatto, 11.562 pontos perdidos

2º Marcos Costa e Mariana Costa, 30.556 pontos perdidos

3º Roberto Junkes e Eduardo Junkes, 138.470 pontos perdidos

 

Classificação geral do 11º Transcatarina 

Categoria Máster

1º Olair Fagundes e Jhonatan Ardigo, 120 pontos

2º Gustavo Schmidt e Tiago Poisl, 101 pontos

3º Flavio Roberto Kath e Marcos Maia Pastein, 94 pontos

4º Leandro Rodrigo Riffel e Michael da Silveira Masson, 78 pontos

5º Acyr Hideki Rodrigues da Silva e Renan Medeiros, 78 pontos

 

 

Categoria Graduado 

1º Patrick Adriano Celeski e Gunnar Dums, 113 pontos

2º Milton Roberto Dresh e Thiago Ferreira da Silva, 97 pontos

3º José Carlos da Silva e Leonardo Borges Menarim, 79 pontos

4º Marcio Schlindwein e Leonardo Agustinho de Melo, 70 pontos

5º Marcelo Juca e Paulo Renato Carvalho Ribeiro, 65 pontos

 

Categoria Turismo 

1º Luis Henrique Redlich e Marco Rodrigo Redlich, 106 pontos

2º Luis Fernando Alves Ferreira e Daniel Fernandes, 80 pontos

3º Cezar Leobet e Eduardo Leobet, 76 pontos

4º José Andrade Júnior e Bernaro Schafer Andrade, 70 pontos

5º Paulo Antonio Lacowicz e Ramon Paulo Lemos Lacowicz, 67 pontos

 

Categoria Turismo Iniciante 

1º Osmar Fleischmann e Vitor Fleischmann, 101 pontos

2º Amarildo Senke e Rodrigo Dionizio Silva, 92 pontos

3º Douglas Vellenich e João Pedro Hegedus Vellenich, 87 pontos

4º Fábio Francisco Dalpaz e Deivid Giacometi, 81 pontos

5º Eduardo Pereira Silva e Maria Beatriz de Andrade Silva, 75 pontos

 

Categoria Turismo Light 

1º Giovani Rodrigues Modolon e Fábio Augusto Conte, 100 pontos

2º Walter Luiz Nacke e Arthur Manfroi Nacke, 93 pontos

3º Ricardo Hoffmann e Guilherme dos Hoffmann, 88 pontos

4º Altair José Maziero e Eduardo Grezel Baldissera, 78 pontos

5º Camilo de Lelis Oliveira e Giuliano Deleles Oliveira, 69 pontos

 

*O resultado completo está disponível em www.transcatarina.com.br



Comentários (0)


Deixe seu comentário