Caçador

Mais de 500 novas vagas de emprego foram criadas até junho

A indústria de transformação foi responsável pela maioria das novas contratações

Caçador manteve o saldo positivo de criação de empregos, de janeiro a junho, de 2019. Os dados foram divulgados pelo Ministério da Economia, de acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

No total, Caçador teve um saldo de 520 novas vagas criadas. A indústria de transformação foi responsável pela maioria das novas contratações: 561 no período. Já a Agropecuária acabou amargando números negativos, principalmente pelas culturas sazonais no município: de janeiro a junho, as demissões chegaram a 213 a mais do que as contratações.

Comércio também ainda apresenta números negativos, apesar de uma pequena recuperação ante o mês de maio: foram 85 desligamentos a mais do que as contratações.
Já os serviços também apresentaram números positivos e expressivos: até agora, são 201 novas contratações.

“Nosso município tem uma economia bastante diversificada, com os mais diversos setores fortes e competitivos. Infelizmente, temos uma agricultura sazonal, que é afetada nos meses de inverno com as demissões, mas isso acaba sendo absorvido e continuamos gerando mais empregos do que demissões”, destacou o secretário de Desenvolvimento Econômico, Edson Fezer.

Além disso, a Prefeitura está trabalhando em um grande projeto para impulsionar a criação de novas empresas, com a diminuição da burocracia e a agilidade nos processos. “Este projeto deverá ser lançado em breve. São ações voltadas ao empreendedorismo e que virão a criar mais empregos, renda e melhorar a qualidade de vida de todos os cidadãos”, completou Fezer.



Comentários (0)


Deixe seu comentário