Tribunal

Suspeito de matar homem a golpes de facão vai a júri popular em Caçador

A vítima estava dormindo no sofá de casa quando foi morta; crime ocorreu em 2018

O réu Valdecir Fonseca (23 anos), que está preso desde 2018 por ser suspeito de matar um homem a golpes de facão no bairro Martello, vai a júri popular nesta sexta-feira (9). Ele é acusado de homicídio qualificado contra Maurílio Martins dos Santos, que na época tinha 39 anos.

O julgamento acontece no Fórum de Caçador, a partir das 9h, e será presidido pelo juiz de direito Gilberto Kilian dos Anjos. A acusação será feita pela promotora de justiça Danielle Diamante e a defesa por Elaine Caroline Masnik.

Sobre o homicídio

O crime ocorreu no dia 4 de fevereiro do ano passado, por volta das 4h da madrugada, na rua Albino Felipe Potrich. Segundo a acusação, Maurílio estava dormindo no sofá de casa quando foi surpreendido pelo autor, que teria arrombado a porta para entrar na moradia. A vítima foi golpeada com facão no pescoço e nos braços, e morreu ainda no local.


Casa onde a vítima foi encontrada morta

O crime foi descoberto somente pela manhã. Valdecir foi preso no mesmo dia pela Divisão de Investigação Criminal (DIC), da Polícia Civil, que chegou ao suspeito após diligências no local do crime. A prisão ocorreu na casa do acusado, no loteamento Mutirão.

Na fase investigatória, o suspeito admitiu ter desferido o golpe de facão no pescoço vítima, mas em juízo ele preferiu permanecer em silêncio. Valdecir continua preso preventivamente aguardando ser julgado pelo Tribunal do Júri.



Comentários (0)


Deixe seu comentário